Início Bem-estar Como reagir se seu filho estiver sendo xingado por outra pessoa

Como reagir se seu filho estiver sendo xingado por outra pessoa

675

Não é fácil manter a calma quandoo vimos alguém xingando nossos filhos. Por mais que estejam certos, parece que isso é algo que só os pais podem fazer, não é?

Essa reação é bastante normal, vem principalmente da antiga parte reptiliana do nosso cérebro que nos avisa de um perigo iminente. No entanto, é importante manter a calma e abordar a situação de forma educada e construtiva.

Analise a situação antes de reagir

A raiva nunca é o melhor comportamento a adotar, por isso é importante manter a calma nessa situação. Dê um passo para trás e colete informações sobre a situação. Pode ser que a criança tenha culpa, que se comportou mal com outra criança, etc.

Certifique-se de que seu filho se sinta compreendido

Quando seu filho está sendo xingado por outra pessoa, ele pode se sentir confuso ou inseguro. Seja paciente com ele e deixe-o saber que suas emoções são compreendidas e validadas. Abaixe-se ao nível dos olhos dele e peça para ele explicar a situação para você. Não o julgue, apenas ouça sua interpretação dos acontecimentos.

Seja direto com a pessoa que está discutindo com seu filho

Diga a ele educadamente o que você pensa, por exemplo, que você é o único que pode disciplinar seu filho e que não quer que mais ninguém interfira.

Use o humor para aliviar o clima

O humor é capaz de relaxar as situações mais complexas. Faça alguma brincadeira com a situação (caso ela não seja tão séria assim) e tente tornar o clima menos tenso.

Defina alguns limites

Se o adulto discutindo com seu filho for uma figura de autoridade, como seu professor ou professora, é importante conversar com os adultos sobre como usar as mesmas técnicas de disciplina que você usa em casa. Dessa forma, seu filho terá uma visão consistente sobre o que é certo e errado e como a transgressão é punida.

Explique a situação ao seu filho

Aproveite o tempo para discutir pacientemente com seu filho o que aconteceu. É importante confortar seu filho, mas tome cuidado para não ter pena dele, pois isso pode passar a mensagem errada. Fique firme em sua posição e explique calmamente a ele por que ele não agiu da maneira correta.

Como pais, devemos ensinar nossos filhos a respeitar a autoridade e a se comportar de acordo com as normas sociais aceitas. Precisamos ter muito cuidado nessas horas para não protegermos inadequadamente nossos pequenos, pois eles também precisam aprender com seus erros. Certo?

Texto originalmente publicado em sain-et-naturel.ouest-france.fr e adaptado pela equipe do blog Sabedoria Pura.