Início Bem-estar Cuidado com o que você bebe, 19 marcas de cerveja contêm glifosato.

Cuidado com o que você bebe, 19 marcas de cerveja contêm glifosato.

21187

Estamos passando por um período em que nosso mundo inteiro está contaminado, seja por plásticos, glifosato ou pesticidas, lixo, entre outras coisas.

Não estamos mais seguros em lugar algum. Embora não o produzamos, mais cedo ou mais tarde acabaremos consumindo-o. Sei por comida, colheitas, água, ninguém se livra dessa poluição.

E um dos mais perigosos para a saúde e para todo o ambiente natural são os pesticidas. Um dos mais prejudiciais são aqueles que contêm glifosato. Este composto é o principal ingrediente dos pesticidas Roundup da Monsato.

Houve um estudo em que esse glifosato está presente em 19 marcas de cervejas. Deve-se dizer que 20 marcas internacionais foram estudadas.

Glifosato mesmo na cerveja

Um estudo realizado pelo Grupo de Pesquisa de Interesse Público dos Estados Unidos, US PIRG. Eles analisaram 20 marcas conhecidas de cerveja. Dos quais 19, estavam contaminados com glifosato.

Neste estudo, também foram analisadas várias marcas de vinhos, que também foram contaminadas com glifosato. A marca de vinho com a maior concentração dessa substância foi a Sutter Home Merlot, com uma quantidade de 51,4 partes por bilhão de glifosato.

As cervejas Coors Ligth, Budwiser e Miller Lite deram mais de 25 partes por bilhão. O restante das marcas analisadas deu esses resultados.

Tsingtao: 49.7 ppb
Coors Light: 31,1 ppb
Miller Lite: 29,8 ppb
Budweiser: 27,0 ppb
Coroa extra: 25,1 ppb
Heineken: 20,9 ppb
Guinness: 20,3 ppb
Stella Artois: 18,7 ppb
Ace Perry Hard Cider: 14,5 ppb
Sierra Nevada Pale Ale: 11,8 ppb
Novo pneu gordo Bélgica Amber Ale: 11,2 ppb
Sam Adams New England IPA: 11,0 ppb
Stella Artois Cidre: 9.1 ppb
Lager Orgânico de Samuel Smith: 5,7 ppb
A única marca que não continha glifosato foi a Peak Beer Organic IPA, bastante popular nos Estados Unidos.

O problema com tudo isso é que muitas dessas marcas são vendidas como orgânicas, que não deveriam ter glifosato, ou qualquer tipo de pesticida, por ser “orgânico”, deve garantir a qualidade.

Tanto no preço quanto na suposta “qualidade”. Todos os produtos são muito mais caros, justamente por isso, porque são orgânicos. Cuide do que você bebe, não estamos mais seguros em lugar algum.

Fonte: tierraladeriva